Psol aposta na juventude como protagonista das eleições em Vitória

Com uma forte inserção nos movimentos sociais, o Psol aposta nessas ações para driblar a estrutura disponível aos demais candidatos e emplacar uma candidatura a prefeito de Vitória. O partido lançou o nome do militante do movimento estudantil Gustavo De Biase e agora parte para a construção do projeto de governo para a disputa.

Em entrevista a Século Diário, para a edição que vai ao ar neste fim de semana, o pré-candidato psolista fala dos problemas da cidade e da necessidade de ampliar o debate para que a população possa ser ouvida e se sentir representada na eleição e posteriormente ao processo.

A aposta principal do partido é a de trazer para dentro do debate político a juventude. Entendendo que metade do eleitorado da Capital é jovem, o partido prepara uma estratégia de inclusão desse segmento no processo político. Segundo Biase, o jovem não se sente representado pelos nomes que estão colocados no cenário de Vitória.

Integrante do movimento passe livre, que promoveu uma série de protestos na Capital no ano passado, Gustavo De Biase não tem medo do tratamento que a chamada “mídia corporativa”, que criou uma imagem negativa do movimento.

Ele acredita que a comunicação que se faz pelas redes sociais desmistificou a imagem colocada pelos jornais e ampliou a participação da juventude no movimento. A entrevista com Gustavo De Biase vai ao ar neste sábado (5), a partir das 16 horas.


NOTA: Na boa, não sei em que mundo o De Biase vive ou que tipo de chá de trombeta toma...Será que um ônibus queimado com pessoas dentro(sorte que elas conseguiram sair) não passa de ilusão da "mídia corporativa" também? Haja ingenuidade...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dando-se tempo ao tempo: cadê as vantagens do porto de Mariel?

Não, Juan Arias. Dilma não se transformou

ENEM 2015 e o orgasmo da esquerda festiva