Agora é em todo o ES: Proibida a venda das sacolas plásticas


O governo do Estado proibiu a venda de sacolas plásticas biodegradáveis ou oxi-biodegradáveis para embalagem e transporte de produtos em supermercados, hipermercados, atacadistas e estabelecimentos varejistas desse tipo. Essas sacolas deverão ser distribuídas gratuitamente aos consumidores. Está proibida, também, a distribuição de sacolas plásticas convencionais em comércio que possuam mais de três caixas registradoras.

As medidas valem para todo o Espírito Santo. Os termos estão definidos em lei sancionada pelo governador Renato Casagrande, publicada nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial do Estado.

Os estabelecimentos ficam obrigados a fixar placas ou cartazes informativos, em local visível, que despertem a consciência ambiental de seus clientes ao utilizarem embalagens ecologicamente corretas. Também está previsto o estímulo de políticas para uso de sacolas retornáveis pelos consumidores.

A lei já está valendo, e ainda pode ser regulamentada para garantir a execução plena do que está determinado.


NOTA: Enfim, o governo estadual colocou um freio no oportunismo disfarçado de sustentabilidade pelos supermercados. Mas que ninguém se iluda, essa novela está muito longe do fim, acredito eu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não, Juan Arias. Dilma não se transformou

Dando-se tempo ao tempo: cadê as vantagens do porto de Mariel?

ENEM 2015 e o orgasmo da esquerda festiva