Aleatórias parte I: das eleições municipais...Às eleições municipais

Boa noite pessoal...Depois de tentar pensar em algum assunto a mais para colocar neste blog antes da temática dominante (como todos sabem, as eleições municipais), mas como ainda não apareceu, vamos para as aleatórias desta semana, né?

1 - Campanha de Iriny Lopes não sabe interpretar texto

Demorou, mas chegou. Para ver se conseguem evitar o vexame de assistirem ao segundo turno das eleições municipais em Vitória sentados num sofá, o pessoal da campanha de Iriny Lopes(PT), terceira colocada nas pesquisas eleitorais, resolveu partir para o ataque ao líder, o ex-prefeito e agora candidato Luiz Paulo (PSDB). Mas por sinal, eles mostraram que definitivamente NÃO sabem interpretar texto (ou não querem. Na verdade diria que são os dois). No primeiro dos ataques, dizia que o tucano prometeu "resolver(sic) o problema da segurança pública em 100 dias". Eu definitivamente não lembro de uma vez do ex-prefeito da capital e agora candidato ter prometido resolver o problema da segurança pública nesse espaço de tempo que por sinal é bem curto, tanto na campanha eleitoral na televisão como no debate que assisti na TV Capixaba. Lembro que ele deixou bem claro que as primeiras ações em prol desta área seriam feitas nos primeiros 100 dias de mandato e que ao final de quatro anos ele prometeu fazer de Vitória uma das três capitais mais seguras do Brasil (meta bem ambiciosa e que honestamente duvido muito dele cumprir). Nada de "resolver o problema em 100 dias".

2 - Campanha de Iriny Lopes não sabe interpretar texto - II


Ontem, a demonstração de desespero foi ainda maior. O ataque foi a uma das propostas feitas pelo LP na área de educação na capital. Até começou mais ou menos bem, criticando o fato de que na gestão tucana em Vitória não houve reajuste salarial durante seis anos e que só houve concurso público para professor (nem parece que foi na gestão petista ocorreu a maior greve da história da rede municipal). Mas a pérola veio com a crítica a uma das propostas de Luiz Paulo de algumas aulas ocorrerem ao ar livre. A alegação é que estavam "expondo as crianças a muitos riscos". Será que para aprender sobre história do Espírito Santo Iriny acha realmente melhor enfurnar as crianças numa sala de aula e fazê-las ler um livrinho do que levar aos prédios e monumentos existentes na cidade? Pelo jeito ela acha o meu professor de História do IFES nos tempos de Integrado um maluco ao fazer isso...Mas pera...Iriny Lopes não chegou a dizer que durante os oito anos Vitória ficou mais segura? Que tiro no pé, hein...


3 - Em caso de derrota no primeiro turno, o PT no segundo turno apoiaria...Luciano Rezende?


Em um dos meus posts pessoais no Facebook, foi levantada uma hipótese nada impossível, apenas não muito provável: em caso de segundo turno entre Luiz Paulo e Luciano Rezende, o PT apoiaria o candidato do "gesto da mudança". Eu, particularmente, não acreditaria nessa hipótese por pelo menos duas razões: Primeiro, porque ele foi secretário na gestão tucana em Vitória e segundo porque tal engrossamento na campanha "Muda Vitória" por parte dos petistas precisaria ser muito discreto, afinal, o LR não estaria muito disposto a queimar seu filme por ter ao seu lado alguém que foi duramente criticado. Mas claro, isso é só uma hipótese. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos...


4 - Editor-chefe, cadê Cariacica?


Parece (e é) estranho estar a 15 dias das eleições pelo fato de que nenhum momento comentei sobre a disputa eleitoral justo na cidade onde moro (tudo bem, a mídia tanto aqui como no restante do Brasil parece se importar mais com os confrontos nas capitais). Mas vamos lá: Lúcia Dornellas(PT), dada como "morta" (até por mim) na disputa eleitoral, empatou técnicamente com o candidato Juninho (PPS) na última pesquisa feita pelo instituto Futura. E ao que tudo indica, teremos um páreo duríssimo tanto para saber quem será o concorrente de Marcelo Santos (PMDB) no segundo turno e pelo jeito não será tão fácil assim para o "herdeiro" do ex-prefeito Aloízio Santos assumir a chefia do Executivo daqui. Diferente de Iriny Lopes, Dornellas ao menos tem a sorte de que nos oito anos de gestão do PT em Cariacica não houve cagadas tão grandes como as ocorridas em Vitória (metrô que nunca saiu do papel e da animação em 3D, dívidas mesmo com a cidade batendo recordes de arrecadação, Tancredão custando o triplo do previsto, quiosque que demorou para saberem o valor exato e com banheiro valendo mais caro que muita casa por aí), apesar que tanto João Coser lá como Helder Salomão aqui fizeram gestões nada convincentes ao ponto de se pensar numa continuidade...


5 - O "Efeito Paulo Hartung"

Voltando a falar do UFC Vitória das eleições na capital, nas duas últimas semanas vocês repararam na participação do ex-governador Paulo Hartung na campanha de Luiz Paulo...Se já era difícil para Iriny Lopes pensar num segundo turno, agora com essa situação é melhor se conformar com o fato de assistir ao horário político sentada no sofá. Só lembre de preparar a pipoca e o guaraná pra seus "cumpanhêros", Iriny...

Por hoje é só pessoal. Amanhã postarei a segunda parte das aleatórias. Boa noite e até mais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não, Juan Arias. Dilma não se transformou

Dando-se tempo ao tempo: cadê as vantagens do porto de Mariel?

ENEM 2015 e o orgasmo da esquerda festiva