Um "viva" aos engenheiros!


Boa noite, pessoal. Hoje o Minuto Produtivo homenageia uma figura que, na minha modesta opinião, é um dos principais pilares do desenvolvimento de qualquer país: a figura do engenheiro.

Na definição do dicionário Michaelis, o engenheiro é:

"Profissional que, diplomado por curso de Engenharia, se dedica à arte de construções civis e públicas, como edifícios, estradas, pontes, redes de distribuição e usinas elétricas e a invenções, construções e instalações de máquinas e equipamentos."

Mas convenhamos, essa definição não é simplória demais, não acham? Prefiro parafrasear uma descrição feita por Cocian (2003)* sobre a engenharia e que utilizei num trabalho (em formato de artigo científico) no meu primeiro período da Engenharia de Produção (curso que faço). Antes de mais nada, a descrição de acordo com o autor (citado de forma indireta no trabalho, diga-se de passagem):

"A Engenharia de uma forma geral [...] é uma arte que aplica os princípios matemáticos, experiência, julgamento e senso comum para a implementação de idéias e ações que tragam resultados positivos à humanidade e à natureza. Outra definição, mais simplificada é que Engenharia é a aplicação da matemática e da ciência para criação de algum elemento de valor a partir dos recursos naturais."

Por tabela (e ainda se valendo da definição do dicionário Michaelis), o engenheiro é um profissional que utiliza e aplica os conhecimentos matemáticos e científicos em geral para implementar ideias e ações benéficas à humanidade e à natureza. Desde já, uso este espaço para agradecer aos matemáticos, físicos, químicos e outros profissionais deram os alicerces à nossa área pois sem eles, tanto a vida dos engenheiros como a minha (um típico estudante de Engenharia) seria muito mais difícil e menos lógica.

Enfim, sem muito o que dizer, parabéns ao profissional que de certo modo é importante para o desenvolvimento do nosso país de forma sólida e ordenada. Quando aos estudantes de engenharia (o que me inclui), que isso sirva de motivação para seguir em frente numa área que não é fácil, mas é fascinante.

P.S.: *: COCIAN, L.F. Engenharia - uma breve introdução - ed. preliminar - Canoas: Ulbra, 2003

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Não, Juan Arias. Dilma não se transformou

Dando-se tempo ao tempo: cadê as vantagens do porto de Mariel?

ENEM 2015 e o orgasmo da esquerda festiva