Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

O Brasil seria capaz de impor austeridade à Argentina?

Imagem
Boa noite pessoal. A minha última postagem no Minuto Produtivo neste mês será sobre uma matéria no jornal El País, que fala sobre a ideia de um socorro brasileiro à vizinha Argentina. É evidente que vejo a ideia com reservas, uma vez que a credibilidade financeira de nossos hermanos - se é que tinha alguma - foi para o espaço com o calote aos fundos abutres confirmado ontem. Segue abaixo a matéria. Volto mais tarde para comentar.
"Principal parceiro comercial da Argentina, o Brasil deveria assumir um protagonismo maior diante da crise do país vizinho, que ganhou contornos dramáticos durante a negociação com os fundos abutres, afirmam os especialistas ouvidos pelo EL PAÍS. Apesar de o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ter classificado, nesta quinta-feira, o impacto do calote argentino no curto prazo como “nulo”, os exportadores brasileiros continuam apreensivos com uma previsível queda na demanda pelos seus produtos, em meio a um cenário de forte desvalorização cambial e queda d…

O determinismo do Fantástico e os "nem-nem"

Imagem
Boa noite pessoal. Hoje irei utilizar o Minuto Produtivo para comentar uma matéria exibida na edição de ontem do Fantástico sobre a geração nem-nem, que corresponde a dois em cada dez jovens brasileiros. O mais preocupante disso é que esse problema atinge principalmente pobres, sobretudo meninas, que engravidam cedo e precisam abandonar por longo tempo seus projetos de vida. E de fato, levando em conta a questão econômica, o fato dos nem-nem crescer entre os mais pobres, uma vez que estes, sem estudo ou trabalho (portanto, sem perspectivas na vida), podem se tornar presa fácil de aliciamento por criminosos, por exemplo.
De certa forma a matéria toca em muitos pontos que já são de conhecimento daqueles que fazem alguma questão de acompanhar as nuances do cenário social, político e econômico de nosso país (que, por mais que nosso governo não queira que as pessoas saibam, inclusive com patrulha de opinião, está piorando), mas um em particular me chamou a atenção. Segue trecho abaixo:

Quem com porco se junta, farelo come

Imagem
"Quem com porco se junta, farelo come". Provavelmente você já deve ter ouvido esse dito popular (falado dessa forma ou em variantes) diversas vezes. E muito provavelmente alguns dos leitores deste blog devem ter achado um tanto familiar a imagem que abre este post. E sim, é sobre a famosa parábola do filho pródigo, que está na Bíblia. Nela, Jesus conta a história de um jovem que resolve pedir antecipação da herança a seu pai e resolve partir para um lugar distante. Lá, desperdiça todos seus recursos, é reduzido à situação de miséria e, para sobreviver, tem que cuidar de porcos em uma fazenda. Como se a decadência não fosse o bastante, esse jovem sente vontade de comer as alfarrobas (ou bolotas) que os porcos comiam, de tanta fome que ele passava. Percebendo a situação deplorável, ele decide voltar à casa de seu pai, inclusive abrindo mão da condição de filho para ser apenas um trabalhador. Mas o pai simplesmente ignora a situação, restaurando a condição original de seu filh…

Acredite, você não tem que agradecer ao governo

Imagem
Bom dia pessoal. Hoje irei utilizar o Minuto Produtivo para comentar sobre alguns "dilemas" que são criados e que muitas vezes cercam a vida de algumas pessoas que leem este blog. Mais precisamente, direciono este post, principalmente, para os estudantes de universidades e institutos federais, que, com certeza, já ouviram discursos do tipo "graças ao PT/Lula/Dilma você está aqui estudando", "se o PSDB estivesse no poder você teria que pagar uma particular", "o PT criou 821371094703 universidades e escolas técnicas e o PSDB nenhuma" e outras patacoadas. I know that feel bro, até porque também sou estudante da rede federal de ensino superior e já escutei isso aos montes de muita gente, conhecida ou não.
A boa e, talvez, libertadora notícia, é que não, você não precisa agradecer ao governo por isso. Vou mais além: você não precisa agradecer ao governo por simplesmente...Nada. Não, não precisa escolher votar em A ou B tão somente porque porque fez …

Minha visão sobre as posições políticas dos candidatos ao governo do ES

Imagem
Boa noite pessoal. Hoje irei utilizar o Minuto Produtivo para comentar sobre as posições políticas dos candidatos ao governo do ES (estado onde moro) sobre temas polêmicos (a reportagem sobre o assunto você pode conferir em A Gazeta). É claro que o cargo que eles se candidatam não os permite legislar ou mudar normas por decreto, mas é interessante saber a visão de mundo de cada um deles, até como critério de voto em um ou outro candidato. Abaixo, postarei os infográficos com os posicionamentos de Camila Valadão (PSOL), Paulo Hartung (PMDB), Renato Casagrande (PSB), Roberto Carlos (PT). E ao longo da postagem farei intervenções, com base na postagem do dia 24/03 em que fiz o detalhamento de meus pontos de vista sobre uma série de assuntos (confira aqui):
Camila Valadão
A candidata do PSOL ao governo estadual é a quem eu tenho maiores as maiores discordâncias. Apesar de eu defender que a questão do aborto (a meu ver a legislação atual é suficiente) e das drogas em geral (no caso, a maco…

(Duro) choque de realidade 4: the day after World Cup

Imagem
Confira as três postagens anteriores: AQUI, AQUI e AQUI.

Boa noite pessoal. Conforme prometido na página oficial, hoje utilizarei o Minuto Produtivo para fazer o último post da série iniciada no dia 08 deste mês, quando a Alemanha impôs uma achapante derrota para o Brasil em Belo Horizonte (o "Mineirazo"), estraçalhando o sonho do hexa da Seleção. Ontem, a "magia" da Copa chegou ao seu final com um grande jogo entre Alemanha e Argentina. Diga-se de passagem, um jogo equilibrado, com chances de gol para ambos os lados, embora no início os contra-ataques argentinos davam a entender de que o tabu de seleções europeias não ganharem no continente americano. Mas felizmente as chances de gol foram desperdiçadas. E fazendo valer a máxima "quem não faz, leva", Mario Götze, que estava no banco de reservas até ao final do segundo tempo, teve o papel de castigar o desperdício argentino fazendo o gol que deu o tetracampeonato à trupe de Joachim Löw. A propósito, um tí…

(Duro) choque de realidade 3: vexame, ideias furadas e propostas

Imagem
Confira os dois primeiros posts: AQUI e AQUI.
Boa noite pessoal. Hoje irei utilizar o Minuto Produtivo para dar continuidade a série de postagens que comecei a fazer após a histórica goleada de 7 a 1 que tomamos da Alemanha nas semifinais, desta vez comentando um pouco sobre as propostas ventiladas para mudar o nosso futebol. Por falar de vexame sofremos outro: no último jogo que valia o terceiro lugar, contra uma Holanda que nem estava jogando no máximo, perdemos de 3 a 0. A propósito, considerando apenas os dois últimos jogos, se você não soubesse que estamos em Copa no Mundo e descobrisse que seu time sofreu duas derrotas achapantes, tomou dez gols e fez apenas um (um saldo de gols de -9), provavelmente ia pensar em algum time na zona de rebaixamento. E até que faz algum sentido, se pensarmos que o Felipão, na experiência anterior à assumir novamente a Seleção, colocou o Palmeiras na boca do abismo e Parreira, auxiliar, entregou o Fluminense no fundo do poço. Nunca se viu um prêmio…

(Duro) choque de realidade 2: o ideal e o real

Imagem
Confira o primeiro post AQUI.
Domingo, 13 de julho de 2014, alguns minutos após as 18h. O Brasil encerra a Copa (que para alguns está sendo a melhor da história) se sagrando hexacampeão, em um lindo jogo contra a Argentina no Maracanã. A presidente Dilma, que na tribuna de honra estava ao lado da presidente "hermana" Cristina Kirchner e do presidente Vladimir Putin, da Rússia, país-sede da próxima Copa, e com um sorriso amarelo de uma orelha a outra, entrega a taça ao capitão David Luiz, que chora de alegria e ergue a taça de forma entusiasmada. Confetes voam pelo tablado e fogos de artifício iluminam o céu do Rio de Janeiro. No dia seguinte, a "família Scolari" é homenageada em Brasília, com direito a mais fogos, um espetáculo da Esquadrilha da Fumaça e um desfile no caminhão do Corpo de Bombeiros. Mais uma vez, a Dilma, junto com Aldo Rebelo, ministro do Esporte, José Maria Marín, presidente da CBF e uma trupe de ministros, cartolas e alguns militantes governista…

(Duro) choque de realidade

Imagem
Boa noite pessoal. Conforme falei no post anterior, não estou podendo atualizar o Minuto Produtivo com a mesma frequência de antes por conta do estágio que estou fazendo pela parte da manhã, por isso o tempo que fiquei sem passar por aqui. Também pensei em escrever esta postagem antes do vexame jogo contra a Alemanha, mas o cansaço devido à adaptação a minha nova jornada me levou a uma soneca, portanto começo a escrever somente agora, meia hora depois do maior massacre que a Seleção levou em Copas do Mundo (o fato de ter sido em casa apenas tornou o resultado ainda mais dramático). Óbvio, isso muda um pouco o espírito de minha postagem, ainda que o resultado final acabe sendo o mesmo.
Faltam apenas cinco dias para que a Copa do Mundo, tida por muitos como a melhor da história (não sei se concordaria quanto a isso, e mesmo se concordasse digo que é apesar dos preparativos e da organização e não por causa dela), chegue ao seu final. E com ela, vem um choque de realidade, que ocorreria …

Rotinas da Copa: #2 - A Copa mais bem organizada que as Olimpíadas de Londres

Imagem
Bom dia pessoal. Hoje abrirei o mês de julho no Minuto Produtivo para comentar sobre a segunda rotina que foi lançada nesta Copa do Mundo, que nos dias 04 (meu aniversário, achei que vocês gostariam saber) e 05 estará na fase das quartas-de-final (caso ainda queiram conferir a primeira rotina, cliquem aqui). Uma reportagem, publicada ontem na Exame, causou alvoroço e ejaculações precoces nos governistas, que já comemoram o "sucesso" do Mundial aqui no Brasil (mesmo quando, na verdade, foi apenas o não cumprimento das piores expectativas para o evento e tão somente isso). Nela, Dàvid Ranc, PhD pela Universidade de Cambridge e professor de uma escola de negócios francesa (ESSCA), resolveu dizer que a organização do torneio foi melhor que a das Olimpíadas de Londres, realizadas há dois anos. Segue abaixo os trechos da matéria e volto para comentar.
"Em um post publicado no blog do FREE – um grupo de acadêmicos europeus que estudam futebol e sua interação com a sociedade – …