Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Quando os tucanos precisam entender que o "fenômeno" Marina Silva não é passageiro? Ontem

Imagem
Caso queira delongar um pouco no assunto você pode conferir as postagens deste mês a respeito: AQUI e AQUI.
Boa noite pessoal. Vocês já ouviram ou leram algo com a expressão as soon as possible (ou apenas sua sigla, ASAP)? Para quem não ouviu, a explicação é relativamente simples: tal expressão, comum no ambiente de negócios, traduzida livremente do inglês, significa "quanto antes for possível". Ou seja, de forma a cumprir prazos sem perder a qualidade, produtividade e claro, dinheiro, atividades são feitas e entregues o mais rápido possível, seja para um cliente, seja para um fornecedor, seja apenas para você mesmo. É uma forma, digamos, bem polida de se dizer que uma tarefa é "para ontem".
Nas postagens que falei sobre a ascensão de Marina Silva (links no primeiro parágrafo), alguns me disseram que eu estava superestimando a força da nova presidenciável e não enxergaram as ameaças que o novo cenário representava às chances de Aécio Neves buscar a vitória sobre Di…

Recessão técnica: uma tragédia anunciada

Imagem
Boa noite pessoal. Como é de conhecimento de muitos dos leitores deste blog, o PIB brasileiro caiu 0,6% no segundo trimestre deste ano em relação ao anterior, e como o resultado do primeiro trimestre também foi revisado e passou de uma alta de 0,2% para uma baixa no mesmo nível, o país acabou entrando em "recessão técnica", cenário que ocorreu pela última vez no estouro da crise econômica nos EUA em 2008.
Como de praxe, nosso ministro da fazenda e astrólogo Guido Mantega resolveu lançar mais uma de suas tergiversações quando tudo dá errado: culpou o clima (no nosso caso a seca), a Copa, os feriados e o cenário internacional (ver aqui e aqui) por mais uma "façanha" que pode ser colocada em seu currículo: a de conseguir este resultado justo quando a inflação ameaça estourar o teto da meta, de 6,5%. Vale lembrar que enquanto isso os EUA, mesmo enfrentando um inverno rigoroso, não entraram na mesma situação, muito pelo contrário. Vale lembrar que o governo - com coro …

Se vis pacem, para bellum

Imagem
Provavelmente você já deve ter ouvido este provérbio latino algumas vezes. Em português, quer dizer "se quer paz, prepare-se para a guerra", e tal frase é normalmente utilizada pelos defensores da paz armada, em que o principal meio de garanti-la é pela força militar. Não que eu necessariamente concorde com a ideia por trás deste dito, mas a vejo como algo mais realista - muito mais, por sinal - do que a ideia pacifista de que apenas baixando as armas as animosidades cessam e a paz reina para todo o sempre. Como um lutador que baixa a guarda achando que só por isso não receberá um cruzado.
Pois bem, o que tem a ver tudo isso que eu falei na introdução deste post com Barack Obama, mais precisamente sobre as recentes ações em seu governo para lidar com a crise deflagrada com a ascensão do Estado Islâmico no Iraque? Não muita coisa. Mas tem muita coisa a ver com o que Obama não fez até a situação chegar ao ponto que chegou.

A função "enxuga-gelo" do Banco Central

Imagem
Boa noite pessoal. Hoje irei utilizar o Minuto Produtivo para comentar sobre as recentes ações da equipe econômica do governo federal (sobretudo do Banco Central) com o intuito de "estimular a economia". Mais precisamente, sobre a lógica - ou melhor, a falta dela - no contexto atual. Não custa nada lembrar, por exemplo, que apesar de todos os incentivos já dados - sejam fiscais, sejam creditícios - o PIB brasileiro segue andando de lado (já se fala em desempenho inferior a 0,8%).
Em primeiro lugar, vamos ao aspecto mais óbvio da medida, que como disse no parágrafo anterior, é a falta de lógica existente nela. Desde o ano passado até o primeiro semestre deste ano, o BC resolveu (tardiamente, diga-se de passagem) iniciar um ciclo de alta da taxa básica de juros (a Selic) com o intuito de esfriar os índices de inflação (que em março daquele ano já rondavam perigosamente o teto da meta, de 6,5%). Explicando bem rapidamente, com o aumento da taxa de juros o custo de se emprestar…

Marina Silva começou com a faca e o queijo na mão. Eu avisei...

Imagem
Boa tarde pessoal. No último sábado, comentei brevemente sobre uma potencial escalada de votos de Marina Silva após a tragédia que matou o presidenciável Eduardo Campos na quarta-feira da semana passada, o que poderia ameaçar as chances de Aécio poder estar em um eventual segundo turno. Alguns até disseram que eu estava superestimando a força política da "sonhática", mas quem dera se eu estivesse realmente superestimando...
Como é de ciência de muitos, saiu a última pesquisa eleitoral feita pelo Datafolha nos dias 14/08 e 15/08 (confira aqui), já com os possíveis cenários de primeiro e segundo turno com a entrada de Marina na disputa. E, apesar dela não ter conseguido os 25% de votos que eu imaginava, as minhas sombrias expectativas parecem ter se confirmado: no primeiro turno ela está tecnicamente empatada com Aécio Neves (21% contra 20% do presidenciável tucano) e em uma simulação de segundo turno está tecnicamente empatada com a Dilma Rousseff (no limite da margem de err…

Desmilitarização da polícia: lá e cá

Imagem
Boa noite pessoal. Provavelmente, muitos dos leitores deste blog devem ter acompanhado os distúrbios ocorridos na última semana em Ferguson, um subúrbio próximo a Saint Louis, no estado do Missouri (EUA), que iniciaram com a morte de Michael Brown (18 anos), morto por um policial em circunstâncias controversas. Mas um ponto em especial chamou a atenção da imprensa e gerou discussões, tanto lá como cá: o fato de que na terra do Tio Sam está ocorrendo uma crescente - e "excessiva" - militarização das polícias no país. E isso não só foi defendido pelas esquerdas de lá como também foi defendido por vozes mais à direita, como a de Rand Paul, senador republicano pelo estado do Kentucky e bem cotado pelo GOP para ser candidato à presidência em 2016. Pronto, era o suficiente para as esquerdas daqui fazerem a festa, dizendo "Tá vendo? Até na direita americana tem gente defendendo a desmilitarização da polícia e você aí, coxinha, achando que a PM deve continuar existindo..."…

Marina Silva, a faca e o queijo na mão

Imagem
Boa noite pessoal. Depois de alguns dias sem atualizar este blog, retomarei à programação normal para falar da morte trágica do presidenciável e ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, em um acidente de avião em Santos, litoral de São Paulo. Mais precisamente, dos impactos políticos que essa tragédia, até agora sem explicações convincentes e com circunstâncias um tanto estranhas, como o fato de a aeronave já estar em chamas quando caiu (o que faz a hipótese de mau tempo não ser a principal causa do acidente) e o fato de a caixa preta não ter gravado diálogos do voo de Campos. Enfim, não pretendo falar de possíveis "teorias conspiratórias", muito embora os fatos dos links deste parágrafo deem a estas certo grau de verossimilhança. De qualquer forma, é a maior reviravolta no cenário político brasileiro desde a morte de Tancredo Neves, em 1985.

Leonardo e o choque de capitalismo no futebol brasileiro

Imagem
Boa noite pessoal. Amanhã, dia 08/08, completa um mês do fatídico vexame que a Seleção Brasileira passou no Mineirão, ao ser massacrada por 7 a 1 pela Alemanha (quem quiser conferir os "melhores momentos" pode ver aqui), e esta, merecidamente por sinal, faturou o tetracampeonato. Desde então, diversas ideias foram ventiladas de forma a renovar nosso futebol, algumas delas um tanto tenebrosas, como a estatização do esporte e intervenção na CBF (não que eu morra de amores pela confederação até porque ela tem sua parcela na décadence avec sans élégance que o esporte bretão está passando em solo brasileiro, mas não custa lembrar que a entidade é privada), ideias essas razoavelmente abordadas e criticadas por mim no terceiro post da tetralogia "(Duro) choque de realidade" (confira aqui). Além disso, alguns fatos importantes aconteceram neste meio-tempo: Dunga foi chamado para retornar ao comando da canarinho (depois de pensarem em técnicos com maior expertise internaci…

Ainda sobre tigres racionais e humanos irracionais: a culpa de todos que acaba sendo culpa de ninguém

Imagem
Boa noite pessoal. Ontem, resolvi comentar no blog sobre a entrevista em que o pai do menino atacado por um tigre em um zoológico de Cascavel (PR), sobretudo os pontos em que ele demonstra completa falta de noção do perigo que o garoto estava correndo ao entrar em uma área proibida para brincar (!) com o animal (você pode conferir a postagem aqui). Hoje, a colunista Rosely Sayão, da Folha de S. Paulo, fez uma coluna comentando sobre o caso. Em alguns pontos ela até consegue fazer acertos, mas ao final ela coloca tudo a perder ao tentar "socializar" a culpa pelo ocorrido. Segue abaixo os trechos da coluna, com intervenções ao longo deste post.
"Cinco fotos de situações ocorridas nos últimos dias dão para fazer uma página de um álbum que pode ter o título "Retratos da Vida".
Foto 1: Uma mulher joga o filho de dois anos contra a parede, por ficar irritada com o fato de ele mexer em seu aparelho celular sem permissão. O garoto morreu. Foto 2: Um homem é o principal…

Tigres racionais e humanos irracionais

Imagem
Boa noite pessoal. Na segunda-feira da semana passada (veja aqui), comentei uma reportagem exibida no Fantástico do dia 27/07 sobre a geração nem-nem, que cresce cada vez mais no Brasil e fiz uma crítica ao tom determinista de um trecho da matéria, que falava da gravidez na adolescência como uma questão "herdada", e não resultante de uma decisão, digamos, equivocada por parte dos pais da (futura) criança. Afinal, acredito na tese de que somos seres racionais e com capacidade de tomar decisões...Ou acreditava.
Na edição de ontem (03/08) do semanário dominical, foi entrevistado o pai do garoto de 11 anos atacado por um tigre em um zoológico de Cascavel (PR), e que acabou perdendo o braço. Vocês podem conferir o vídeo e a transcrição da reportagem aqui, mas diria que se você não tiver fortes convicções de sua racionalidade recomendo não assistir. Alguns trechos em especial me chamaram a atenção. Irei transcrevê-los nesta postagem.

Sobre guerras e dilemas morais

Imagem
Boa noite pessoal. No último domingo (27/07) escrevi um post comentando sobre o nanismo diplomático (e moral) que o governo brasileiro fez ao condenar enfaticamente a ação de Israel em Gaza (confira aqui), enquanto faz quase um ménage à trois com países que agem de forma bem mais traiçoeira que Netanyahu e sua trupe (claro, sempre supondo que as ações israelenses sejam, de fato, truculência pura e simples). Hoje irei falar um pouco - e brevemente - de alguns dilemas morais que surgem em situações de guerra e que muitas vezes acabam levando a conclusões precipitadas e críticas quase sempre voltadas para o lado israelense.
Em primeiro lugar, voltemos àquele discurso de sempre: o de que Israel esteja agindo de forma desproporcional, e isso se explicaria pelo número de mortos, que ultrapassa 1,6 mil do lado palestino (a maioria civis) enquanto que do lado israelense esse número sequer chega a 70 (e a maioria militares). Transcrevo o trecho do post anterior (vide link no início) sobre o a…

Copa do Mundo: um gol contra na economia?

Imagem
Ainda não fez um mês que a Copa do Mundo terminou, mas diversas empresas já divulgaram os resultados do segundo trimestre, incluindo o impacto que o torneio trouxe ao desempenho de seus negócios. Uma matéria do Wall Street Journal publicada ontem falou das empresas que levaram a melhor - e a pior - durante os trinta e um dias da competição, inclusive os efeitos do evento para a economia brasileira. Segue abaixo a reportagem. Volto mais tarde.
"Os gritos de vitória e os choros de derrota durante os jogos da Copa do Mundo foram repetidos por muitos executivos de todo o mundo ao verificar seus resultados financeiros.
Mais de 100 empresas de capital aberto já se pronunciaram sobre o impacto do torneio sobre seus negócios no trimestre passado. Os planos de jogo foram muito importantes, assim como nos campos, e houve alguns golaços e oportunidades perdidas.
A Las Vegas Sands Corp. afirmou que a Copa prejudicou suas receitas com jogos de cassino, com o segmento VIP caindo 20% de maio para…