Observações sobre o senso comum 2 - O retorno

(Fonte da imagem: Estadão)
Existe gente com quem não vale a pena discutir.

Não poderia haver frase mais clichê do que essa no atual cenário político pra começar um artigo sobre "senso comum". Clichês, chavões, slogans, retórica vazia... Nada mais senso comum do que isso. 

Tenho observado os petistas da vida real, além dos da virtual. Eles andam bem quietinhos ultimamente. Mas, alguns ainda sobrevivem às brabezas do cenário político. Um dia desses, comentei com um amigo meu que é advogado (excelente advogado por sinal) de que com algumas pessoas os argumentos são inúteis. A crença no partidão passou de uma convicção ideológica para um ato de fé, e simultaneamente, desonestidade intelectual.

Uma de nossas conhecidas, (conhecida minha e de meu amigo) muito famosa por bandeirar pro PT e pra UJS nas redes sociais e em sua universidade, ainda dá as caras nas redes sociais e nas ruas para defender o governo. Isso seria um ato louvável se ela tivesse algum argumento que pudesse se mostrar válido, e não apenas um discurso repleto chavões.

Ou seja, não importa o quanto eu a mostre errada. (E eu já demonstrei) ou o quanto a realidade se escancare na frente dela, ela estará com o partidão mesmo que o partidão nos leve ao canibalismo como na Coréia do Norte.

Não sei se sinto nojo ou graça dessa gente. Existe algumas coisas nessa vida que conseguem ser morbidamente engraçadas, agridoces como poucas coisas na vida. 

Mas, falando desses esquisitões fiéis e estúpidos, não podemos deixar de mencionar a glamurosa e magnânima prática conhecida como picaretagem. Sim, ela mesma, a velha conhecida de todos nós que dá as caras sempre que pode.  Um desses casos emblemáticos envolvendo uma outra figura do petismo como fé (fé metastática no sentido que Voegelin define), tudo não passa de uma grande conspiração da "burguesia entreguista e subserviente aos Estados Unidos" (sic).

Prova que esta "pessoa" deu disto? Uma reportagem do G1 mostrando  que a associação de comerciantes de Chapecó decidiu aderir ao coro anti-dilmista. Com os dizeres "A grande burguesia se une contra o partido do povo".

Olha, que deve ter gente rica em Chapecó eu não duvido, mas acreditar que uma associação comercial de uma cidade que nem é a capital de seu estado, e mesmo que fosse, isso não significaria grande coisa, acreditar, enfim, que essa turma é a "grande burguesia" é no mínimo escolher ir para o "País das Maravilhas ideológicas" porque a realidade simplesmente diz o contrário.

Grande burguesia sim! É a que estava arrolada no escândalo de "Petrolão" puxando saco do governo e fazendo negociatas com ele. O que é a associação comercial de Chapecó perto da Odebrecht, da Camargo Corrêa e da OAS? auto-alienação voluntária é impossível sem uma boa dose de picaretagem.

Quando não se sabe dançar, a culpa é sempre do chão...

Outro que segue essa promissora trilha de acreditar na rainha de copas é Alexis Tsipras que agora decidiu culpar Espanha e Portugal pelos seus problemas com a Troika. O tom foi quase petista. Acusar "as potências estrangeiras de golpismo"... Qualquer similaridades com "a burguesia entreguista subserviente aos Estados Unidos" não é mera coincidência...

O processo de luleamento de Tsipras está mais com cara de dilmismo, mas antes dilmismo burro e cafona que socialismo e comunismo. Bem melhor seria se fosse lulismo, afinal, ao contrário do que pensa a turminha da UJS, Lula foi o presidente mais ortodoxo da nova república! Ao contrário da austeridade cambota de Dilma, Lula fez um austeridade de verdade, corte de impostos e de gastos!

Ainda acho que o surto de adesões "psolistas" ao Syriza junto à esquerda nacional vai terminar em conversões a uma forma abobalhada de admiração ao modus operandi petista que se abaterá sobre o Syriza, ou ainda à auto-alienação picareteira como a que foi dissecada acima. O que com certeza fará com que meninos rebeldes como Genro e Freixo, que vibraram com a vitória da "verdadeira esquerda" na Europa, mostrem seus coraçõezinhos petistas e rebeldes.

Apostam 10 reais comigo? Vamos lá, caro leitor! É lucrativo! Afinal, até o dia do pagamento, com essa inflação descontrolada, os 10 reais de hoje vão valer no máximo uns R$ 4,50.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dando-se tempo ao tempo: cadê as vantagens do porto de Mariel?

Não, Juan Arias. Dilma não se transformou

ENEM 2015 e o orgasmo da esquerda festiva