Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Governo permite pedágio até 62% mais caro em rodovias

Imagem
O pedágio cobrado dos usuários nas rodovias federais que serão concedidas à iniciativa privada pode ficar até 62,33% mais caro do que o inicialmente planejado pelo governo. O reajuste nos valores previstos nos editais de concessão, que estão em fase final de discussão, foi a forma encontrada para oferecer uma taxa de retorno mais elevada e atrair investidores para participar dos leilões.
Esse é percentual (62,33%) de aumento aplicado no pedágio hoje previsto na concessão da rodovia BR 153, em Goiás e no Tocantins. O pedágio máximo era de até R$ 5,84 por trecho de cem quilômetros na audiência pública que divulgou os editais. Após a última revisão, o governo estima a tarifa máxima em R$ 9,48 por trecho de cem quilômetros.
O menor reajuste entre todos os sete trechos que serão leiloados é de 33,38% na rodovia BR 163/262/267, no Mato Grosso do Sul. A estimativa inicial do governo era de um pedágio de R$ 7,10 por trecho de cem quilômetros, e subiu para R$ 9,47, segundo relatório da Agência…

Especial: Turismo - Parte II: os grandes eventos e o Espírito Santo

Imagem
Confira a primeira parte do assunto AQUI.

Boa noite pessoal. Hoje o Minuto Produtivo dá continuidade a sua série especial de um ano do blog e claro, do assunto iniciado no domingo passado, que foi um breve ensaio sobre como fazer o turismo algo grande no Espírito Santo. Agora irei utilizar este espaço para falar sobre a oportunidade que o nosso estado tem em relação aos grandes eventos e o que deveríamos fazer para entrarmos na rota dos mesmos.
Os grandes eventos
Esta parte do assunto é bastante oportuna, uma vez que o Brasil está prestes a abrigar dois megaeventos: a Copa do Mundo no ano que vem (o evento-teste, a Copa das Confederações, ocorrerá na segunda quinzena do próximo mês) e as Olimpíadas, que ocorrerão em 2016 no Rio de Janeiro. Além disso, nosso país sediará a Jornada Mundial da Juventude, que ocorrerá daqui a dois meses na mesma cidade e entrou de vez de eventos (não tão) menores como o UFC.

Desta vez, não ficamos completamente de fora desse bom (?) momento para o nosso pa…

Carro, um item de consumo que não é mais (tão) prioritário

Imagem
Na semana passada, eu postei no blog uma matéria do Estado de S. Paulo que transcrevia uma reportagem da Associated Press criticando a qualidade e a segurança dos carros brasileiros. Também no mesmo post, falei que aqui no Brasil o carro é muitas vezes tratado como bem de investimento ou de status, enquanto "lá fora" é tratado como um bem de consumo como qualquer outro. Pois bem, hoje a Exame publicou uma matéria falando sobre o fato de que até "lá fora" o automóvel deixou de ser sonho de consumo, que irei transcrevê-la. Volto mais tarde.
"O empresário americano Henry Ford costumava dizer que um mercado nunca fica saturado de bons produtos. Sua máxima valeu para o setor automotivo por mais de 100 anos. Desde o início do século 20, quando Ford criou sua montadora, os carros estão entre os bens de consumo mais desejados do mundo. São sonho de adolescentes, de quem ganha o primeiro salário, de quem se casa. Desde 1960, a frota global de veículos passou de 200 mil…

Financial Times: "sensação de que tudo corre bem no Brasil é apenas uma 'fachada'"

Imagem
O Brasil precisa correr para aproveitar o capital internacional existente, que atualmente é barato e abundante, para aumentar o investimento na economia. A sugestão é do jornal “Financial Times”. Em editorial publicado nesta segunda-feira, a publicação diz que a sensação de que tudo corre bem no Brasil é apenas uma “fachada” e diz que o estilo “mandão” de Dilma Rousseff é bom para evitar a corrupção, mas estaria atrasando a economia, especialmente o investimento. O texto critica ainda a escolha do governo: em vez de reformas amplas, apoia setores “mimados”, como as montadoras.
O editorial diz que o Brasil “corre o risco, mais uma vez, de frustrar imensas expectativas”. “A aparente sensação de bem-estar do Brasil é uma fachada. O crescimento da economia no ano passado foi de menos de 1%, pouco melhor que a zona do euro. Este ano, o Brasil está crescendo menos que o Japão. A inflação está corroendo a confiança do consumidor e há uma sensação de mal-estar. A causa é o abrandamento do inv…

Especial: Turismo - Parte I: como fazer com que isso se torne algo grande no Espírito Santo

Imagem
Boa noite pessoal. Hoje utilizarei o Minuto Produtivo para dar continuidade na série especial de um ano do blog, e o tema escolhido será sobre a questão do turismo no Espírito Santo, bem como o que poderia e deveria ser feito para seu crescimento no nosso Estado, por sinal uma terra com uma combinação única de belezas e de paisagens.
Dados e fatos
Antes de falar efetivamente sobre o assunto central deste tema, é necessário alguns dados para se ter uma noção do comportamento recente do turismo capixaba. As tabelas abaixo são estimativas feitas pela Secretaria de Turismo do Governo do Espírito Santo, publicadas em março de 2012 (alta temporada [1] e carnaval [2]) e agosto de 2012 (média temporada [3]).

Tabela 1 - Fluxo turístico na alta temporada (pesquisa feita em janeiro de 2012)

Tabela 2 - Fluxo turístico no carnaval (pesquisa feita em fevereiro de 2012)
Tabela 3 - Fluxo turístico na média temporada (pesquisa feita em julho de 2012)

Somente as três tabelas permitem fazer diversas inferê…

Nova identidade visual do Minuto Produtivo

Imagem
Boa noite pessoal. Hoje utilizarei o Minuto Produtivo para apresentar a nova imagem que será a capa do blog. Criada pelo Keven Reis (desde já, muito obrigado pela dedicação e paciência para desenvolvê-la), a nova identidade visual do MP tem a intenção de mostrar que este singelo espaço na blogosfera está caminhando para um novo momento, com mais interatividade mas ao mesmo tempo com mais simplicidade e fluidez, sem perder o bom gosto.
Como foto de perfil da fanpage do blog no Facebook e no Twitter, entra um novo relógio. Confira:
Enfim, e o início de uma nova fase no blog. Mas uma missão é certa: estaremos dispostos a fazer com que seu minuto seja cada vez mais produtivo.

Associated Press falando o que muitos de nós já sabemos faz tempo: andamos em cadeiras elétricas ambulantes. Ou: Collor continuaria falando que nossos carros são carroças!

Imagem
Bom dia pessoal. Hoje utilizarei o Minuto Produtivo para comentar uma reportagem da Associated Press na qual existem duras mas previsíveis críticas aos carros que são produzidos no Brasil, que como nós sabemos são caros e em geral de qualidade inferior. Também aproveito o momento para pedir desculpas pelo fato da postagem especial sobre o turismo no Espírito Santo não ter saído neste final de semana. As comemorações do Dia das Mães e o fato de tal postagem ser desenvolvida em equipe (o que exige um nível de discussão maior) acabaram atrasando a continuidade da série. Desde já peço a compreensão de todos. Mas voltando ao assunto da postagem atual, segue abaixo uma matéria do Estado de S. Paulo que cita essa reportagem da agência americana. Volto mais tarde.
"O jornal americano The New York Times publicou em seu site ampla reportagem da agência Associated Press intitulada "Carros feitos no Brasil são mortais".

A reportagem afirma que os veículos produzidos no País são feit…

Queda livre na indústria capixaba: produção cai pelo quinto mês seguido

Imagem
A indústria capixaba segue ladeira abaixo. Em março, a produção geral do setor no Estado encolheu 0,3% na comparação com fevereiro. Na comparação com março do ano passado, queda de 13,06%. Trata-se do quinto mês consecutivo de variação negativa. No ano, a queda da produção industrial do Espírito Santo é 11,5% na comparação com o mesmo período de 2012. Os números foram apresentados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Entre os segmentos, o pior resultado de março foi o da indústria de transformação, com uma queda de 18,56%. Dentro dessa atividade, a metalurgia básica apresentou uma taxa negativa de 42,17%, e alimentos e bebidas (-18,56%) tiveram os piores desempenhos. A indústria extrativa (petróleo, gás e minério), que por algum tempo segurou o bom desempenho industrial do Estado, despencou 5,5% no mês retrasado.
No acumulado do ano, as situações de penúria se repetem. A indústria de transformação apresenta uma queda de 18,4%, com metalurgia básica (-38,…

Murilo Ferreira: "Achar que nós vamos ter um cenário benigno para o Brasil [...] pode ser um pouco de ingenuidade"

Imagem
O presidente da Vale, Murilo Ferreira, considera "ingenuidade" acreditar que o Brasil está imune à crise internacional. Diante de uma plateia de representantes da cadeia siderúrgica, no Rio, Ferreira demonstrou preocupação com os rumos da economia.
"Achar que nós vamos ter um cenário benigno para o Brasil, desacompanhado do resto do mundo, pode ser um pouco de ingenuidade, na minha visão. Infelizmente, nós, muitas vezes, acabamos vendo as coisas com lentes mais apuradas para o Brasil. Mas temos de também notar a situação mundial", afirmou, ao dizer que a crise financeira iniciada em 2007 ainda não terminou.
O tom preocupante dele reforçou o pessimismo que imperou no 24.º Congresso Brasileiro do Aço. Durante o evento, presidentes de duas das principais siderúrgicas que atuam no mercado nacional traçaram um cenário nebuloso para o setor. [...]
O presidente da Vale disse que o diagnóstico econômico mais nebuloso foi formado após uma longa lista de viagens internacionai…

A receita para pararmos com o PIBinho está a nossa frente. Há pelo menos dez anos...Ou: continuaremos culpando a "herança maldita"?

Imagem
Boa tarde pessoal. Hoje utilizarei o Minuto Produtivo para falar de um tema bastante recorrente tanto neste blog como no noticiário econômico do país: o que impede o Brasil de crescer mais. Logo de manhã, antes de ir para a academia, acessei minhas redes sociais (como de costume) e vi algumas notícias interessantes sobre o assunto. Bem, transcreverei três notícias, sendo as duas primeiras do Valor Econômico e a última da Folha de S. Paulo. Volto mais tarde para comentar.
Notícia 1:
"O executivo José Galló, presidente da Renner, vencedor da 13º edição do prêmio "Executivo de Valor" no setor de comércio (varejo e atacado), disse que, para o país voltar a crescer é preciso uma retomada da confiança no mercado e um processo de novos investimentos, mas há hoje uma “razoável dose de temor de novos investimentos” no Brasil.  
"Não adianta você ter um país com oportunidades, com possibilidades, mas não ter investimentos. Eu tendo a acreditar que governos e autoridades já se …

Especial: Superporto no ES - Por que ele seria melhor se fosse instalado fora da RMGV - Parte II: O projeto, seus prós e contras

Imagem
Confira a primeira parte do assunto AQUI.

Boa noite pessoal. Hoje utilizarei o Minuto Produtivo para dar continuidade à série especial de um ano do blog e ao assunto que iniciei há duas semanas: a necessidade de um superporto no Espírito Santo, bem como o porquê de que seria melhor se ele fosse instalado fora da Região Metropolitana da Grande Vitória. Neste post falarei sobre a alternativa em relação aos projetos atuais, bem como seus prós e contras.

O projeto

Conforme visto na imagem acima, bem como na legenda e no link disponibilizado na primeira parte deste assunto, o superporto ficaria localizado no litoral de Linhares, mais precisamente a 36 km da sede do município e a 1,5 km da unidade de tratamento de gás natural de Cacimbas, pertencente à Petrobras. E a imagem já deixa bem claro a dimensão deste empreendimento. O porto seria equipado com dois cais (em vermelho): um a sul, com 3,3 km de extensão e outro a norte, com 4,1 km de extensão. Seria capaz de movimentar carga geral, cont…

Rua de Lazer, Lazer na Orla, não importa...O que importa e que tenhamos mais iniciativas como essa

Imagem
Boa tarde pessoal. Hoje utilizarei o Minuto Produtivo para comentar uma iniciativa da atual administração da prefeitura de Vila Velha, que fechará um trecho de uma via localizada na orla do município aos domingos e feriados das 8h às 13h. Segue abaixo uma matéria do portal Gazeta Online. Volto depois.
"A orla de Vila Velha vai se transformar aos domingos e feriados. A partir do próximo dia 26, haverá um espaço destinado à prática de esportes e lazer de pedestres na praia de Itaparica. Com funcionamento semelhante ao projeto Rua de Lazer de Vitória, haverá o fechamento de um sentido da Avenida Estudante José Júlio de Souza na orla canela-verde, das 8h às 13h. A inauguração acontece dentro das comemorações dos 478 anos de Vila Velha.
No município, o novo espaço ganhou o nome de 'Lazer na Orla' e vai funcionar no trecho entre a rotatória no final da praia de Itaparica e a entrada da Rua Itaiabaia. O sentido Itapoã da via será fechado para a pratica de esportes.
Segundo o prefe…

O lado ruim de ser bom (sim, ele existe!)

Imagem
Ser um bom profissional, isto é, ágil, eficiente, que sabe entender quais as necessidades da empresa e que entrega bons resultados, não significa sucesso garantido.
Em algumas circunstâncias, ser bom pode significar uma barreira para o crescimento. "Na maioria delas, a insegurança é o problema", diz o consultor Mauricio Goldstein [...]. Conheça alguns fatores ligados à insegurança que agem contra o sucesso profissional.
Ninguém ocupará essa cadeira
O chefe, ao perceber que dentro de sua equipe existe um profissional muito eficiente e com fortes chances de ocupar o lugar dele, deixa o subordinado na geladeira.
Sem o apoio e o reconhecimento do chefe, a confiança do profissional fica prejudicada. "Somos treinados para sermos o melhor", afirma Marcus Soares, professor de gestão de pessoas do Insper, de São Paulo. O profissional pode escolher mudar de área ou de empresa. Já o líder corre o risco de ficar estagnado. "Sem um bom sucessor, não há como crescer", …